Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

engitech@oceanthemes.net

+1 -800-456-478-23

Segurança da Informação

Segurança da Informação: confira quais são os principais riscos e como mitigá-los

Vulnerabilidades na infraestrutura tecnológica da sua empresa podem comprometer a marca, imagem, reputação e principalmente a solidez financeira e colocar em risco o futuro dos seus negócios. De fato, organizações em todos os lugares estão procurando serviços e soluções especializadas para seus desafios de segurança cibernética.

A integração das mais variadas camadas de segurança parece ser o objetivo que CSOs e CIOs buscam. Colocar todos os pontos em consoles amigáveis e integradas, gerando uma imagem mais clara em termos de riscos e vulnerabilidades de segurança, é uma meta a ser alcançada para apoiar nos futuros ataques, pois se não estão em curso, em breve vão acontecer.

Portanto, em meio a esse contexto turbulento, as empresas precisam incorporar medidas de segurança cibernética como um ativo essencial. Não se trata apenas de tecnologia, trata-se da continuidade dos negócios. Nas grandes organizações já existe uma cadeira de conselheiro focada em Segurança Cibernética.

Se você se preocupa ou é responsável pela segurança digital da sua empresa, existem serviços e soluções para manter mais seguros os seus ativos.  A primeira e principal etapa é reconhecer os riscos existentes de segurança cibernética que expõem sua organização a hackers mal-intencionados.

Quais os riscos de segurança cibernética corporativa

O gerenciamento de riscos de cibersegurança é a ação de priorizar medidas para mitigar as possíveis vulnerabilidades nos processos internos e nos sistemas utilizados nas empresas. Os profissionais de TI dependem de diversas tecnologias e combinações de estratégias para proteger suas organizações contra o crime cibernético.

Todo este gerenciamento aumenta à medida que aumentam a quantidade de ativos tecnológicos, de diversos devices nas redes corporativas como celulares, impressoras, IOT, sistemas internos e na nuvem, na disseminação do trabalho em home office, nas exigências regulatórias (Exemplo LGPD ), entre outros.

Na prática, o gerenciamento de riscos de segurança cibernética garante que sua organização mantenha as vulnerabilidades que são descobertas diariamente ou falhas nos processos e tecnologias sob controle e principalmente com um plano de ação definido. É essencial que toda organização esteja pronta e bem preparada com um plano de gerenciamento de risco cibernético em vigor e atualizado. 

Nos casos dos grandes ataques a responsabilidade e as ações para mitigar todo o problema não ficam restritos ao departamento de TI, toda a organização deve estar envolvida,  seja a equipe de marketing para responder ao mercado no impacto da marca, o jurídico para as questões legais, o RH para comunicar-se com os colaboradores, a alta gestão para tomar decisões críticas ligadas a suborno, extorsão e lidar com acionistas e em alguns casos até com o Governo.

Obter conhecimento sobre as ameaças que sua empresa pode ter por meio de avaliações de risco cibernético periódico, planos de contingência, testes frequentes, pode ajudá-lo a evitar mais danos e eliminar a probabilidade de ser atacado. 

Como garantir que sua organização esteja permanentemente protegida contra ameaças cibernéticas?

O gerenciamento de riscos de cibersegurança, quando feito de maneira adequada, pode levar você a estes objetivos: os riscos e ataques cibernéticos são mitigados, os custos operacionais são reduzidos, as receitas / ativos da empresa são protegidos e a reputação da empresa aumenta ainda mais.

Para garantir o gerenciamento eficaz dos riscos de segurança cibernética e combater ataques maliciosos, certifique-se de seguir pelo menos estas práticas:

Compreenda o atual cenário de segurança da organização

É essencial para a equipe de segurança ter uma visão geral clara do cenário de segurança da organização. Uma resposta imediata é necessária sempre que ocorre um ataque cibernético e levará mais tempo para enfrentar a ameaça se a equipe de segurança não tiver uma perspectiva clara da arquitetura de segurança. 

Conhecer e compreender o negócio e toda a infraestrutura da organização, desde a localização de servidores e demais dispositivos até a infraestrutura de combate a incêndio, é essencial para fornecer uma reação rápida quando uma violação de segurança ou incidente digital ou físico acontece para conter mais danos.

Implemente uma estrutura de gerenciamento de risco

Aplique a estrutura de gerenciamento de risco de segurança cibernética adequada para sua organização. Os frameworks são normalmente determinados pelos padrões adotados pelo seu setor. 

As estruturas de segurança cibernética mais frequentemente adotadas são: PCI DSS, ISO 27001/27002, CIS Critical Security Controls e o framework de segurança utilizado pelo NIST (National Institute of Standards and Technology), todas elas visando a melhoria das ações de proteção em infraestruturas consideradas críticas e de impacto para o negócio.

Crie uma equipe

Criar uma equipe de segurança cibernética para lidar com ameaças emergentes à proteção pode ser um grande desafio, mas não deve ser evitado. Proporcionar a esta equipe treinamentos, experiências práticas e tecnologia avançada é fundamental. Como a segurança cibernética exige uma equipe comprometida e focada em tempo integral, uma alternativa é ter uma equipe terceirizada que atue junto com os seus colaboradores seja no dia a dia ou nos casos críticos.

Adote serviços de monitoramento ativo

Um serviço de monitoramento ativo consiste em uma equipe de segurança da informação e diversos sensores, dashboards, e sistemas responsáveis por monitorar e analisar a postura de segurança de uma organização em uma base contínua. 

O objetivo da equipe de monitoramento é detectar, analisar e responder a incidentes de segurança cibernética usando uma combinação de soluções de tecnologia e principalmente um forte conjunto de processos e normas.

Esta equipe trabalha em conjunto com as equipes de resposta a incidentes (importante notar que são equipes distintas) para garantir que os problemas de segurança sejam resolvidos rapidamente após a descoberta ou sob um ataque.

Crie um plano de resposta a incidentes

Crie e mantenha uma resposta sólida a incidentes e um plano de continuidade de negócios

Um plano de continuidade de negócios abrange as ações que uma organização deve realizar para garantir que seus processos críticos continuem com suas operações normais no caso de uma grande interrupção. 

Esse plano é normalmente colocado no papel, no qual o documento é frequentemente testado, desenvolvido e aprimorado para garantir que a organização tenha estratégias de recuperação preparadas para tragédias que podem acontecer a qualquer momento.

À medida que os cibercriminosos continuam a expandir seus métodos e nível de sofisticação, é essencial que as empresas invistam nessas ferramentas e serviços. Não fazer isso pode deixá-lo em uma posição em que sua empresa se torna um alvo fácil, e como no mundo real, o criminoso busca sempre mais facilidade para cometer os seus crimes. 

As despesas com o investimento podem ser um desafio, mas lembre-se de que esse investimento inicial recompensará sua empresa com segurança, boa reputação e proteção de longo prazo.

Sobre a Protega

A Protega Security Consulting é uma empresa especializada em análise de governança, risco e compliance e em serviços de gestão de segurança da informação. Com 19 anos de know-how em cibersegurança, somos uma empresa focada em entender as necessidades do negócio, buscando equilíbrio entre o investimento disponível e o máximo de segurança possível. 

A atuação e foco da nossa empresa é na prevenção e mitigação dos riscos. A estruturação dos processos, implementação de soluções de mercado, adequação à regulamentação e a legislação e o monitoramento de ataques em tempo real garantem todas as camadas de segurança cibernéticas de que a sua organização precisa.

Recentemente, Protega e Zillion se uniram e, a partir de agora, as empresas expandem suas operações dos escritórios de São Paulo, Campinas, Belo Horizonte e Nova York para Uberlândia e Goiânia, além de outras cidades que já eram atendidas pela Zillion.

SAIBA MAIS SOBRE A FUSÃO ENTRE PROTEGA E ZILLION

Autor

fellipe