Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

engitech@oceanthemes.net

+1 -800-456-478-23

Dicas de TI Migração

6 ferramentas de segurança da informação que sua empresa precisa ter!

A integração da tecnologia aos processos modernos fez com que várias empresas ficassem expostas a problemas de segurança. Sem uma política capaz de isolar problemas, rastrear vulnerabilidades e controlar o acesso a recursos, malwares passam a ter mais facilidade para invadir sistemas e permitir a captura de dados corporativos.

Diante disso, gestores devem investir em ferramentas que possam tornar o ambiente digital mais seguro. Possuir uma política de segurança digital é indispensável para que empresas não tenham prejuízos financeiros e judiciais relacionados ao comprometimento de seus sistemas. Além disso, existem programas que melhoram a produtividade, otimizando o tempo e gerando mais lucro. Nesse sentido, a empresa pode investir em ferramentas de segurança da informação e, assim, tornar a sua infraestrutura mais confiável.

Se você está em dúvida sobre quais são as opções mais recomendadas, veja a nossa lista abaixo!

1. Uso de firewall

O investimento em tecnologias de computação na nuvem, assim como a migração de várias rotinas para sistemas que estão integrados à web, aumenta a necessidade de empresas possuírem conexões de rede com alto padrão de funcionamento. Nesse cenário, as companhias devem buscar técnicas e soluções que permitam a otimização constante da sua infraestrutura.

Nesse sentido, um dos investimentos mais recomendados é o firewall. Ele monitora as requisições continuamente para identificar conexões inseguras e outras atividades que possam ser um sinal de ataque ou comprometimento da segurança de um usuário. Por meio de regras, o gestor pode configurar bloqueios automáticos, aumentando a confiabilidade da rede corporativa. Somado a isso, o uso de firewall permite o trabalho remoto, o que ajuda na produtividade da sua empresa.

2. Softwares de monitoramento

Assim como o firewall, esses softwares fazem o rastreamento constante da infraestrutura de serviços digitais de uma empresa em busca de vulnerabilidades de segurança, o que permite a identificação ágil de falhas e malwares que possam impactar negativamente no fluxo de trabalho. Existem opções que fazem a varredura de forma rápida e ocupando pouco espaço de memória, o que, consequentemente, não atrapalha no funcionamento das máquinas.

3. Treinamento de funcionários

A maioria das falhas de segurança ocorre com a interação de um usuário. Diante desse cenário, gestores devem treinar os seus funcionários para incentivar o uso de boas práticas de segurança. Isso envolve – mas não se limita a – cursos que mostrem a importância de um comportamento preventivo na rede.

Entre as práticas que podem ser incentivadas, podemos destacar:

  • uso de senhas complexas;
  • adoção de sistemas de autenticação de dois passos sempre que possível;
  • evitar o acesso a sites desconhecidos;
  • sempre optar por conexões HTTPs;
  • não conectar unidades externas aos computadores corporativos.

4. Sistemas de controle de acesso

As empresas podem implementar políticas que reduzem o acesso de usuários aos recursos internos. Com isso, a companhia consegue garantir que todos aqueles que se conectam aos seus sistemas internos tenham acesso aos dados corretos.

5. Protocolos de segurança e criptografia

Em empresas que dependem da internet para as suas atividades ou possuem rotinas de trabalho mais flexíveis, os protocolos de segurança digital e a criptografia devem ser vistas como investimentos estratégicos. Para as comunicações com servidores de cloud computing e acesso remoto a rede corporativa, a empresa pode implementar protocolos de comunicação em conexões seguras. Assim, será criado um “túnel” que impede a captura dos dados. Da mesma forma, as ferramentas de criptografia podem ser implementadas para prevenir o roubo de dados e o acesso não autorizado às informações internas.

6. Backup inteligente

A quantidade de informações produzidas diariamente por qualquer empresa é muito grande, por isso, para protegê-las, a melhor opção é realizar backups. Além de se prevenir, sua empresa terá fácil acesso a qualquer informação, ajudando na produtividade. Existem opções para pequenas e médicas empresas que geram relatórios específicos e informam constantemente o status do backup.

As ferramentas de segurança da informação são indispensáveis para que sua empresa consiga gerir o conteúdo que produz de forma eficiente, mantendo a produtividade e garantindo a qualidade do serviço oferecido. Soluções de todos os tipos estão disponíveis para pequenas e médias empresas e são mais simples do que você imagina.

E você, precisa manter a sua empresa mais segura? Entre em contato com um de nossos consultores!

Recentemente, Protega e Zillion se uniram e, a partir de agora, as empresas expandem suas operações dos escritórios de São Paulo, Campinas, Belo Horizonte e Nova York para Uberlândia e Goiânia, além de outras cidades que já eram atendidas pela Zillion.

SAIBA MAIS SOBRE A FUSÃO ENTRE PROTEGA E ZILLION

Autor

Protega

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =