Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

engitech@oceanthemes.net

+1 -800-456-478-23

Segurança da Informação

Como devemos gerenciar senhas, acessos e identidades para aumentar a segurança cibernética

Todos nós temos um desafio gigantesco para bloquear, proteger e manter sempre disponíveis nossos ativos digitais contra os cibercriminosos que não tem distinção nos seus alvos, sejam as pequenas, medias ou grandes empresas e nem mesmo os segmentos, pois não fazem distinção entre um hospital ou um fábrica, pois o objetivo final é sempre financeiro e por isso colocam em risco vidas, reputações e negócios.

Podemos ter as melhores ferramentas de segurança, a melhor tecnologia de criptografia e uma arquitetura de segurança cibernética bem definida e avançada, mas isso significará nada sem um gerenciamento eficiente de identidade e acesso (IAM) Identity and Access Management.

A Gestão de Identidade e Acesso é a base sobre a qual sua infraestrutura de segurança cibernética deve ser construída. A organização, através do seu time de tecnologia e segurança deve ter um controle abrangente e uma visão clara e sempre atualizada das identidades que usam, acessam e gerenciam seu ambiente de TI.

Com o IAM, você permite que apenas as pessoas, dispositivos e serviços certos tenham o acesso aos aplicativos e dados de sua empresa. Qualquer coisa mais simples do que isso e sua organização enfrentará um risco considerável de sofrer uma violação de segurança.

Ao ter um controle rígido sobre as identidades, você aumenta em muito, sua resiliência cibernética. De fato, o IAM forte torna sua organização capaz de absorver as mudanças constantes e inevitáveis que as empresas experimentam como adoções de novas tecnologias e sistemas, mudanças contínuas de pessoas, uma grande quantidade de prestadores de serviços que precisam acesso a sistemas, acesso a certificados digitais por terceiros, ou equipes distintas,  visitantes que acessam a sua rede/internet sem contar com as obrigações legais da LGPD e assim por diante.

Geralmente quando ataques acontecem existe um processo de investigação e quando sua empresa tem um sistema robusto de IAM todos os acessos estarão rastreados. Acessos críticos de administradores podem ter as suas seções gravadas e com isso todo o histórico ficará disponível sempre que necessário, e este recurso também estará disponível para gravar acessos de terceiros que precisam fazer manutenções nos seus sistemas.

Para ajudar sua empresa no gerenciamento de identidade e acesso, separamos cinco práticas recomendadas para aumentar sua resiliência cibernética, compliance e gestão de riscos, por meio do IAM.

1. Escolha uma tecnologia IAM flexível e extensível

Ao escolher uma tecnologia flexível e extensível com base em padrões abertos, sua empresa pode aproveitar APIs padrão da indústria e se conectar a plataformas, sistemas proprietários e aplicativos de nuvem para autenticação e provisionamento. 

Caso contrário, você acabará preso a uma tecnologia de IAM limitada que em vez de facilitar sua adoção de inovações de TI, a impedirá, desacelerando sua transformação digital, fornecendo proteção inferior de identidade e acesso e enfraquecendo sua segurança digital e resiliência cibernética.

2. Gerencie sua infraestrutura IAM centralmente

Certifique-se de que sua infraestrutura de IAM possa processar todas as identidades, independentemente do tipo e do local de armazenamento ( local ou nuvem)  tendo gerenciamento centralizado, para que quando as mudanças acontecerem, como alguém saindo ou ingressando na empresa ou mudando de função, seja possível sincronizar e consolidar os tipos de identidade em tempo real, privilégios de acesso, delegações entre outras funções, sem atrasos nas atualizações e 100% transparente ao usuário.

3. Unifique a tecnologia IAM

Por mais que existem solicitações ou justificativas, nenhum departamento da empresa deve ter seu próprio sistema de IAM. Com uma única plataforma de gestão de identidades, a empresa será capaz de criar políticas para toda a organização que se aplicam a cada um de seus usuários, prestadores de serviços, terceiros ou parceiros que tenham acessos aos seus sistemas. 

O IAM também lhe dará a visibilidade de ponta a ponta para ajustar os direitos de acesso granularmente em toda a organização de acordo com os cargos, permissões, aplicações e dispositivos. Tudo isso contribuirá para uma organização com maior resiliência e adequação a normas e procedimentos nem sempre só necessários para a área de tecnologia, mas também para certificações e compliance nas áreas de saúde, finanças, indústria, entre outras.

4. Busque a facilidade de uso para uma execução eficaz

Esforce-se para fornecer um serviço IAM que seja intuitivo e fácil de usar. Se seus usuários finais sentirem que é algo complicado e inconveniente, eles irão buscar atalhos ou encontrar maneiras de contornar isso. 

Por exemplo, se você exigir que todos os usuários alterem suas senhas com muita frequência, com muita complexidade e sem repetição (que é algo comum e indicado) muitos deles recorrerão a práticas como alterar apenas uma letra ou dígito e deixar o resto da senha intacta e se ainda for necessário usar mais de uma senha para sistemas diferentes, eles podem simplesmente modificar ligeiramente a mesma senha colocando seu ambiente em risco.

Está comprovado que os usuários finais são o elo de segurança mais fraco, portanto, ser cuidadoso ao fornecer uma segurança fácil e que eles desejam adotar é fundamental.

5. Atenção às tecnologias emergentes

Familiarize-se com as tecnologias emergentes no ambiente IAM. Por exemplo, aprendizado de máquina (ML), inteligência artificial (AI) e análise de comportamento do usuário (UBA) estão ficando disponíveis em soluções e implantações de IAM, com benefícios substanciais, como ser capaz de detectar comportamento anômalo de um acesso e fazer os bloqueios necessário.

Hoje estão disponíveis plataformas em nuvem de IAM que minimizam vários custos e recursos evitando servidores dedicados, cofres de senhas físicos, entre outros. A implementação, manutenção e gestão ficará facilitada e muito mais rápida a adoção ou melhor ainda, você pode contratar toda esta tecnologia com um serviço mensalizado.

A importância do IAM continuará crescendo, conforme os ambientes de TI se tornam mais híbridos, distribuídos, dinâmicos e os processos de negócios continuarem sendo digitalizados

Sem um IAM forte, as tecnologias de TI como computação em nuvem, mobilidade, contêineres e microsserviços, não serão tão eficientes ou seguras quanto você gostaria. Isso porque as identidades se tornarão cada vez mais fragmentadas e isoladas, tornando seu gerenciamento complexo, errático e inseguro.

O gerenciamento de identidade potencializa a resiliência cibernética e atua como a base para a adoção segura de inovações e iniciativas de transformação digital essenciais para a competitividade dos negócios.

Já implementamos e suportamos em várias empresas sistemas de IAM que aumentaram sensivelmente o nível de segurança, diminuíram trabalhos manuais e repetitivos na gestão de senhas e acesso e efetivamente ganharam produtividade e aumentaram a satisfação dos usuários.


Não permita que o desafio do gerenciamento de identidade possa comprometer suas iniciativas de governança, gestão de risco e conformidade, conte com a ajuda dos especialistas da Protega Security Consulting.

Entre em contato para conhecer os casos de sucesso de IAM ou solicitar uma apresentação executiva.

Autor

Protega